30 dezembro, 2012

Engenharia MECATRÔNICA...o que é?







Engenharia Mecatrônica baseia-se na integração sinergética de partes conceituais das engenharias mecânica, com a elétrica/eletrônica e controles inteligentes computadorizados (Automação/TI), nos projetos destas áreas e manufatura de produtos e processos.
O Curso de Engenharia Mecatrônica forma o aluno com habilidade para pesquisar, extrair conclusões e propor soluções para problemas de engenharia mecatrônica (elétrica, eletrônica, mecânica, automação/TI e robótica), aplicando princípios científicos e conhecimentos tecnológicos e utilizando sua capacidade de sintetizar informações e desenvolver modelos ou projetos para solução de problemas de qualquer uma dessas áreas.
O engenheiro Mecatrônico, devido as suas habilidades e visão holística adiquirida durante o curso, possui uma grande penetração nas empresas e indústrias modernas e globalizadas, podendo atuar em diversas áreas como automação e controle, nanotecnologia, sistemas robóticos, aquisição de dados, dimensionamento de dispositivos mecânicos remotos, eletrônica industrial, projetos eletricos/eletrônicos, medicina de reabilitação, etc.
Um sistema mecatrônico realiza aquisição de sinais, processamento digital e, como saída, gera forças e movimentos. Os sistemas mecânicos são estendidos e integrados com sensores, microprocessadores e controladores, podendo, assim, seguir comandos externos para realizar determinadas tarefas. Exemplos de sistemas mecatrônicos são: máquinas robóticas, robôs, manipulação e serviço; sistemas para automação de máquinas e processos; máquinas com controle digital; veículos autoguiados; máquinas ferramentas controladas por computador; máquinas robóticas para aplicações de diagnóstico e reabilitação em medicina; dispositivos robóticos para câmeras robóticas em produções de televisão e dispositivos como: câmeras eletrônicas, impressoras, máquinas de telefax, fotocopiadoras, vídeogravadores, etc.
A formação recebida habilita o engenheiro mecatrônico para atividades de concepção, implementação, utilização e manutenção de unidades de produção automatizadas ou a serem automatizadas. Os interessados pelas qualificações deste profissional são empresas de engenharia, telecomunicações, indústrias de produção de equipamentos e de programas para automação industrial e indústrias usuárias destas técnicas.


Postar um comentário