09 fevereiro, 2014

ISO 9001:2015 - Ação preventiva vai acabar?

ISO 9001:2015 – A saída da ação preventiva...
21out 2014 - Andrea Gonçalves Rodrigues
ação preventiva
A aprovação das mudanças na norma ISO 9001 está prevista para setembro de 2015, porém algumas mudanças já ganham espaço nas discussões, e uma delas vamos tratar aqui: A queda da ação preventiva. Primeiramente, vamos entender o que é ação preventiva e como ela vinha sendo realizada pelas organizações:
Ao analisar que foi aberta uma ação preventiva, você percebe que houve uma inspeção com o objetivo eliminar as possibilidades de erros ou falhas, seja ele em um processo ou em um produto. Com essa ação, você consegue intervir para eliminar tais erros/falhas e evitar não conformidades potenciais.
Imagine que um cliente reclamou que recebeu uma panela de pressão faltando o cabo. Lamentável, mas é tarde demais! O problema já aconteceu, sendo assim, a ação que devemos tomar é corretiva, e não preventiva.
Mas se uma inspeção antes do embarque foi realizada e foi identificado que algo estava faltando? Neste caso temos que abrir uma ação preventiva e o cliente passa a receber um produto dentro das conformidades – isso é o mínimo que ele espera, qualidade em seus produtos ou serviços. Quanto mais ações preventivas são abertas, menores as possibilidades de ocorrerem ações corretivas, que muitas vezes geram custo, processo e uma tratativa diferenciada para amenizar a insatisfação do cliente.
Hoje, a ação preventiva na ISO 9001:2008 é um registro obrigatório e devemos:
  • Criar possibilidades de identificá-las;
  • Identificada, realizar tratativas para eliminar novas ocorrências;
  • Documentar através de registros (evidências) e arquivar (desde que certo que o problema foi sanado e não irá ocorrer novamente).
Na nova edição, as ações preventivas irão sumir, mas o agir preventivamente não. Elas darão lugar a gestão de riscos…
Satisfazer o cliente, prevenindo defeitos e possíveis problemas é a missão da qualidade e com a gestão de riscos a prevenção continuará existindo, para que o processo seja questionado quanto a possibilidade do pior acontecer e abrir leques de opções quanto ao que fazer para evitar.
Esta mudança não será fácil, especialmente para empresas automotivas, que possuem ISO/TS 16949, pois a TS possui forte atuação na prevenção, mas com certeza será para melhorar as organizações estrategicamente. Claro que ainda teremos que esperar para ver como serão as novas diretrizes, sendo que os principais objetivos da atualização é o de estimular o uso dos recursos da tecnologia da informação, se enquadrar nas mudanças dos ambientes de negócios e refletir práticas empresariais modernas.

Vamos esquentar bastante a cabeça no início e por isso devemos ficar atentos a essa nova maneira de lidar com essa importante nova rotina das empresas em geral, que contribui decisivamente no funcionamento correto e ideal, nos PROCESSOS E EQUIPAMENTOS...

Fonte:
http://www.blogdaqualidade.com.br/iso-90012015-saida-da-acao-preventiva/
Postar um comentário